(19) 9 9200-5515

NO AR

Experiência de Deus

Com RCR-Rede Católica

Sociedade

Faltou combinar com os russos

Publicada em 07/07/20 as 09:48h por Du Lopes - 43 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Mané Garrincha  (Foto: pinterest)

Na Copa do Mundo de 1958 o técnico da seleção brasileira, Vicente Feola, apresentava aos jogadores uma tática complicada para vencer o time da Rússia, no final da apresentação o jogador Garrincha perguntou: “Tá legal seu Feola, mas o senhor já combinou tudo isso com os russos?”.

A partir de então esta frase é usada toda vez que um plano é feito sem considerar as interferências que não estão sobre nosso controle.

Nessa pandemia em que vivemos a palavra de ordem é fique em casa. Todos os cientistas, quase todos os médicos e a maioria das autoridades publicas imploram aos cidadãos que fiquem nas suas casas.

Os cidadãos bem que tentam cumprir a determinação, porém faltou combinar com os demais fatores que afetam o controle do isolamento social, como a falta de dinheiro para as necessidades básicas, a estrutura das habitações e o estado emocional das pessoas.

Como o problema é complexo e atravessa todas as áreas que compõe a nossa vida em sociedade, quero pontuar apenas os problemas emocionais.

Por que fazemos coisas que sabemos que nos prejudicam ou prejudicam a outros, mas não temos a capacidade de não fazê-las?

Os exemplos são muitos, os exageros na comida ou na bebida, a falta de atividade física, a agressividade com pessoas que amamos e por aí vai. Sabemos como deve se fazer, mas não conseguimos.

Assim sabemos que para a nossa proteção e dos outros precisamos nos isolar socialmente, mas não conseguimos. Por quê? Por que falta combinar com a nossa cabeça.

Falta uma campanha que atenda a necessidade de cuidar do equilíbrio psicológico das pessoas, pois tudo começa na nossa cabeça. Enganamo-nos acreditando que basta fazer regra e basta impor multa, mas se não cuidarmos da nossa cabeça é ineficaz.

Se as Leis dessem conta não haveria crime, por isso precisamos urgente de uma politica publica fundamentada nas ciências humanas, assim nosso plano de vencer o vírus terá êxito com o menor numero de mortes.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
01/08/20 - Religião A espiritualidade medieval
25/07/20 - Religião Monaquismo






.

LIGUE E PARTICIPE

19 3452 3731

Visitas: 79974
Usuários Online: 30
Copyright (c) 2020 - Radio Magnificat FM